A História

O Dr. Paul Herzog nasceu em 1911 em Bucareste, na Roménia, no seio de uma família suíça que durante 3 gerações, fez parte do Consulado Escandinavo em Bucareste.

Durante 30 anos, trabalhou no Instituto Nobel em Estocolmo - Hospital Karolinska e foi na Suécia que participou activamente na descoberta e no desenvolvimento do ‘’Ventilador´´, que ainda hoje é usado para ventilar os pulmões de pacientes.

Para além do ‘’Ventilador’’ - equipamento fundamental em qualquer hospital - inventou igualmente um método pelo qual o tracto respiratório é humedecido com a ajuda de ultra-som, permitindo a medição exacta da humidade necessária na inspiração.

Ao Dr. Paul Herzog é também reconhecida a invenção do método de cálculo da ventilação artificial que é hoje usado por hospitais em todo o mundo.

Após vários anos de árduo trabalho em Estocolmo, amplamente reconhecidos pela comunidade médica - agraciado com a distinção de Doutor Honoris Causa pelo Instituto Nobel - o Dr. Paul Herzog parte para a Suíça.

A sua mente activa “obrigou-o” a montar um laboratório de investigação, no qual atingiu algo em que sempre acreditou: a estabilização de oxigénio numa emulsão.

Depois de vários anos de investigação, decide patentear as suas descobertas no mundo inteiro, consciente da importância que estas descobertas trariam para a medicina e para a indústria da cosmética.

A sua mulher Karin Herzog, cosmetologista altamente qualificada, decidiu testar os produtos com oxigénio na sua própria pele e nos dias seguintes verificou que a sua pele estava mais luminosa, fresca e descansada.

Com estes fantásticos resultados, Karin Herzog sugeriu ao marido dedicar-se exclusivamente à cosmetologia e este seguindo a sua recomendação, centra a sua investigação no processo de envelhecimento da pele do rosto.

O Dr. Paul Herzog foi pioneiro ao utilizar pela primeira vez o analisador “Hoffmann LaRoche pO2" para medir a pressão de oxigénio da cara em diferentes idades, descobrindo que o envelhecimento da pele se deve principalmente com a passagem dos anos, a uma baixa considerável da pressão de oxigénio na epiderme.

 

Em 1990, uma nova invenção do Dr. Herzog, igualmente patenteada: a associação de oxigénio e da vitamina A num produto cosmético.

O Dr. Paul Herzog faleceu em Fevereiro de 1992. No entanto, as suas invenções continuam a ser aplicadas e seguidas em todo o mundo.

O resultado da sua investigação: produtos únicos no mundo, com uma base simples e natural, com resultados extraordinários!

A capacidade desinfectante dos produtos com oxigénio Karin Herzog permite resultados surpreendentes no combate ao acne e a todos os problemas de pele com origem fungicida e bacteriana.